O PROCESSO DE DESERTIFICAÇÃO E SEUS IMPACTOS SOBRE OS RECURSOS NATURAIS E SOCIAIS NO MUNICÍPIO DE CABROBÓ – PERNAMBUCO – BRASIL

Andrezza Karla de Oliveira Silva, Helena Paula de Barros Silva

Resumo


O presente artigo teve por objetivo identificar os principais fatores relacionados ao processo de desertificação no município de Cabrobó, que faz parte do Núcleo de Desertificação de Pernambuco. O instrumental teórico-empírico está baseado no levantamento bibliográfico de temáticas relacionadas à degradação ambiental, diagnóstico dos fatores históricos e socioeconômicos do município, realização de visitas técnicas a área de estudo. Foram observados alguns pontos de degradação ambiental no município, tais como: o canal de transposição do rio São Francisco; áreas desmatadas; tipos e técnicas de manejo agrícola do solo, especificamente na ilha de Assunção. Os resultados demonstram que o município possui extensas áreas degradadas pelo desmatamento, fator influenciador de alterações nos hábitos de algumas espécies. Observou-se que os agricultores da área fazem uso da técnica de irrigação por inundação, empregada principalmente na plantação de cebola (Allium cepa L.), arroz (Oryza sativa L.) e na fruticultura. Verificou-se que a construção do canal de transposição do rio São Francisco está modificando a paisagem da área pela retirada da vegetação, exposição do solo e mudanças no ciclo hidrológico. Deste modo, foi constatado que o município de Cabrobó possui elevado grau de degradação ambiental, onde este processo esta sendo intensificado pela construção do canal. Após a efetivação da obra tais fatores poderão ser agravados com a salinização de terras próximas às margens do canal.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2015 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.