COMPOSIÇÃO FITOQUÍMICA E AÇÃO FUNGICIDA DE EXTRATOS BRUTOS DE Cinnamomum zeylanicum SOBRE Quambalaria eucalypti

Ediellen Mayara Corrêa Gomes, Rosângela da Conceição Marques Pena, Sheylla Sheylla Susan Moreira da Silva de Almeida

Resumo


Tendo em vista a importância dos produtos naturais no controle alternativo de doenças em plantas, objetivou-se com este trabalho, determinar a composição química e avaliar os efeitos fungitóxicos de extratos de Cinnamomum zeylanicum sobre isolados Q1 e Q2 do fitopatógeno Quambalaria eucalypti Os extratos brutos foram obtidos pelo método de percolação com os solventes hexano (EBH), acetato de etila (EBAcoEt) e metanol (EBM). As análises fitoquímicas foram baseadas nas condições estabelecidas no Manual para Análise Fitoquímica e Cromatográfica de Extratos Vegetais, resultando na identificação  de açúcares redutores, fenóis, taninos, esteroides, triterpenóides, alcalóides para os extratos EBH e EBAcoEt. O extrato EBM diferenciou-se pela presença de antraquinonas, saponinas espumídica e flavonoides. Para avaliar o efeito dos extratos na inibição do crescimento micelial do fitopatógeno, foram utilizadas concentrações de 5, 10 e 20 mg.mL-1 dos extratos brutos de canela incorporados ao meio de cultura BDA. Os resultados apresentaram diferenças estatísticas significativas com relação ao controle(testemunha), quanto maior a concentração do extrato bruto de C. zeylanicum utilizado maior foi sua atividade antifúngica sobre os isolados de Quambalaria eucalypti. No isolado Q1 o extrato, que mais inibiu o crescimento micelial foi o EBM e para o isolado Q2 o EBAcoEt.

Palavras-chave: canela, metabólitos secundários, fitopatógenos, produtos naturais.


Texto completo:

DOWLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v6n4p54-58

Direitos autorais 2016 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.