Cosmovisão indígena sobre a temática saúde: uma experiência de ensino intercultural

Myriam Regina Zapaterra Mendes, Nildo Alves Batista, Eliane Leal Vasquez

Abstract


Este artigo apresenta uma experiência de ensino intercultural na educação superior indígena, que ressignifica a escolha de conteúdos e estratégias didáticas no ensino em ciências da saúde. Os dados foram coletados a partir de estudo observacional retrospectivo, pesquisa bibliográfica e documental, bem como em trabalhos produzidos de março e julho de 2016, por estudantes indígenas da Licenciatura Intercultural Indígena na  Universidade Federal do Amapá. Com base na análise de conteúdo, abordagem do método qualitativo e a sistematização da experiência, conforme proposto por Minayo (2010) e Holliday (2006), os dados foram analisados. O resultado documenta o saber indígena em textos escritos e desenhos na formação de professores indígena, revelando aspectos das culturas Wajãpi, Palikur, Apalai, Wayana, Tiryió, Karipuna, Galibi Marworno e Galibi Kalinã, além de uma prática docente em contexto multicultural e a cosmovisão indígena sobre o tema saúde. A cosmovisão indígena abrange os saberes e as crenças nos espíritos e seres sobrenaturais, etiologia das doenças ligadas as quebras de regras de respeito à natureza, o papel do pajé no processo de cura, a medicina tradicional indígena, e a relação entre saúde e preservação da natureza.


Keywords


Educação Superior Indígena; Ciências da Saúde; Ensino Intercultural

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2019 Science and Knowledge in Focus

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.