Uso de celular no ensino de ciências exatas: um estudo de caso

Jairo Savio Ramos de Medeiros, Henrique Duarte da Fonseca Filho, Robert Saraiva Matos

Abstract


Este artigo apresenta um estudo de caso realizado em duas escolas públicas, com objetivo de estudar a aceitabilidade de estudantes e professores sobre o uso de aparelhos móveis no ensino de ciências exatas. As escolas foram escolhidas, aleatoriamente, na cidade de Macapá, Estado do Amapá e dois questionários estruturados foram aplicados para coletar dados, com três professores e duzentos e trinta estudantes do ensino médio. Os resultados mostraram que as respostas dos estudantes convergem sobre o uso do aparelho para fins educativos, mesmo havendo alguma divergência. Além disso, os professores apresentaram visão divergente sobre o uso destas tecnologias no contexto escolar. Quando comparados os dados, verificamos que os alunos pensam de forma semelhante, quanto ao aproveitamento dos celulares para o ensino, cujos testes T de Student apresentaram valores p>0.05 ou p>0.01. Assim, independentemente da escola, os alunos avaliam de forma positiva o uso dos aparelhos móveis para fins educativos, enquanto aos professores, identificamos dois posicionamentos, professores que acreditam a viabilidade do uso do celular no ensino médio e professores que pensam o contrário

Keywords


Ensino de Ciências Exatas, Aparelho Móvel, Ensino Médio



DOI: http://dx.doi.org/10.18468/sc.knowl.focus.2018v1n2.p37-47

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2019 Science and Knowledge in Focus

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.