Educação como projeto neoliberal e o ensino à distância: efeitos no currículo de Psicologia

Arthur Elias Silva Santos, Cristina Simone Reis Oliveira, Flávia Cristina Silveira Lemos, Jéssica Modinne de Souza e Silva, Válber Luiz Farias Sampaio

Resumo


Este artigo visa trazer um ensaio temático a respeito do currículo de formação em Psicologia sob o crivo da generalização do Ensino à Distância (EAD), especialmente, em uma perspectiva neoliberal de gestão das condutas. Afirma-se que o capitalismo neoliberal cria uma pressão permanente no campo do Ensino, no caso, analisa-se esta tensão no Ensino Superior brasileiro. Busca-se com este texto interrogar as práticas sociais, econômicas, políticas, subjetivas, históricas e subjetivas acionadas pelo mercado utilitarista para empresariar a educação e a Psicologia se torna parte deste programa de empreendedorismo da formação. Por fim, coloca-se em xeque a naturalização das encomendas mercantilistas do ensino e a suposta solução de oferta exponencialmente realizada da Educação à Distância.


Palavras-chave


Formação em Psicologia; Currículo; Educação à Distância; Neoliberalismo; Ensino Superior

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2022 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.