Memes: o discurso social pelas nuances do humor em espaços digitais

Cleide Mara Soares Batista, Jucymara Soares Araújo, Victor Antunes de Souza Serrão, Jhônatas Cavalcante Feitosa, Jadson Justi

Resumo


Este estudo objetiva demonstrar como o uso do gênero textual meme pode auxiliar na construção do pensamento crítico-reflexivo dos estudantes do primeiro ano do ensino médio de uma escola pública do município de Itacoatiara, Amazonas, Brasil. Leva-se em consideração o desvelamento do preconceito social atenuado por esse gênero, presente nas mídias digitais, que possivelmente dá margem para interpretações equivocadas, preconceitos intrínsecos de cada estudante e mazelas sociais presentes na educação brasileira. A pesquisa utilizou duas imagens de memes como modelos para análise interpretativa, considerando-se aspectos teóricos da análise, discurso e semiótica. Metodologicamente, apresenta-se como indutiva, descritiva com abordagem qualitativa. Os resultados produzidos demonstram que a crítica social embutida nesse gênero híbrido é passível de múltiplas interpretações pelo público leitor, permitindo assim a percepção do sentido irônico ocultado em memes de humor. O aspecto visual e atraente dos memes conseguiu de fato despertar a atenção dos alunos, além disso, executou de forma favorável sua capacidade de interferir no raciocínio lógico dos participantes.


Palavras-chave


Meme; Crítica social; Gênero textual

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.