Práticas de eugenia em reprodução humana e alienação social

Lilian Denise Mai

Resumo


O objetivo do artigo foi refletir sobre a conformação do ideário da eugenia sob um ponto de vista de alienação dos indivíduos no processo de produção social da existência humana. Pautado em revisão bibliográfica, buscou-se retomar conceitos que tratam da formação do ser social pela manifestação do trabalho para fundamentar a compreensão da exclusão ou da alienação de jovens e adultos trabalhadores, frente a conceitos como aptidão ou inaptidão à procriação diante do desenvolvimento técnico-científico no campo reprodutivo. Discutiu-se que a eugenia se conforma essencialmente como alienação oriunda da luta de classes e se utiliza do desenvolvimento científico e tecnológico, especialmente, no campo da reprodução humana, sustentada pela desigualdade de condições de acesso ao longo da história da humanidade e mobilizada por um ideal procriativo, expresso tanto em um sentido positivo quanto negativo.


Palavras-chave


Eugenia; Alienação social; Ciência, tecnologia e sociedade; História.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.