Sempre em cima dos fatos: a produção de agenciamentos e experiências mediadas por dispositivos móveis

Ana Graciela Mendes Fernandes da Fonseca Voltolini, Cláudia Maria Arantes de Assis Saar, Roberta Scheibe

Resumo


A partir de um relato de experiência e do conceito de cidadania, este artigo propõe uma reflexão acerca das práticas sociais e agenciamentos que jovens protagonizam através de uma rádio e de dispositivos como celulares e smartphones. No Amapá, estado com o maior número de acessos à internet por meio do telefone celular, os jovens formam uma geração pautada na convergência midiática e nas redes sociais digitais, mediadas por dispositivos móveis, onde quase não há espaço para o computador e e-mail, por exemplo. Deste modo, propomos entender esta relação agenciada dos jovens com o smartphone, a partir de práticas narrativas dos alunos de uma escola pública, de Macapá, capital do estado do Amapá.


Palavras-chave


Comunicação; Dispositivos Móveis; Sociabilidades; Cultura Jovem

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.