Responsividade da mídia regional durante a elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos do Tocantins

Lucas Braga da Silva

Resumo


Para a elaboração do Plano Estadual de resíduos sólidos do Tocantins, o governo instituiu três mecanismos de participação social: oficinas técnicas, audiências públicas e o seminário estadual de resíduos sólidos. Assim, a pesquisa tem como objetivo verificar em que medida os veículos da mídia regional destacaram os processos de participação social, instituídos para a elaboração deste plano. Em termos metodológicos, a pesquisa adotou a análise do conteúdo de 64 textos jornalísticos. Os resultados e discussão demonstram que nem sempre a mídia agendou assuntos relacionados aos momentos participativos instituídos pelo governo deste estado. Nota-se, portanto, que a mídia regional contribuiu ainda que de modo superficial para a mobilização da sociedade tocantinense para participar desta arena de debates. Contudo, a mídia assume papel relevante pelo fato de contemplar a informação a vários atores e sobre contextos sociais variados que tratam de uma determinada causa.


Palavras-chave


Resíduos Sólidos. Participação social. Mobilização Social. Mídia Regional.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.