Sonhos de prosperidade e esperança: vidas em Sintonia nos universos das culturas periféricas de São Paulo

Marco Aurélio da Conceição Correa, Elaine Sotero

Resumo


A série Sintonia da plataforma de streaming Netflix contra sobre a vida de três amigos de infância – Doni, Nando e Rita – em uma favela da periferia de São Paulo. Através de seus desejos e frustrações narrados na série, buscamos aqui promover algumas reflexões sobre as dinâmicas da vida periférica. Criada pelo pioneiro Kondzilla a série segue a visão inovadora sobre as ambições na vida do funk, do tráfico e da fé. Encontramos na trajetória de Doni algumas questões para se pensar o funk como criação em diáspora contrária a uma estética elitista (HALL, 2003); para Nando atentamos o direito de viver em um estado de exceção e repressão que é a vida na favela (MBEMBE, 2015); e em Rita pensamos em como a fé é um agente de promessas de esperanças e prosperidade para a periferia (ALMEIDA, 2017).


Palavras-chave


cultura, periferia, crença, relações raciais.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.