As políticas públicas no contexto do capitalismo globalizado: da razão moderna à insurgência de processos e agentes sociais novos

Lindomar Wessler Boneti

Resumo


Trata-se de analisar as dimensões teóricas e conceituais  das Políticas Públicas e suas especificidades  no contexto do capitalismo globalizado. Na análise realizada neste texto, busca-se superar o entendimento simplista que associa políticas públicas a ações de governo centralizadas em avaliações de resultados e do gerenciamento dos recursos públicos. Parte-se do pressuposto de que o estudo das políticas públicas implica associá-las à teoria de Estado e, particularmente, às dimensões de classe. Metodologicamente, analisa-se as implicações teóricas, metodológicas e políticas do processo de elaboração e implementação das políticas públicas numa dimensão temporal, histórica, diferenciando-se dois principais períodos: as políticas públicas tendo como fundamento epistemológico a Razão Moderna, tendo a técnica como parâmetro de referência de verdade, quando apresentavam-se como agentes definidores basicamente o meio produtivo e Estado e, na contemporaneidade, quando destitui-se o absolutismo da verdade técnica como parâmetro, apresentando-se ao lado do Estado e do meio produtivo novos agentes definidores de políticas públicas, trazendo ao debate novas lutas sociais como é o caso do resgate do sujeito e das identidades.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2013 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.