Cotidiano e pós-modernidade: novos rumos da teoria social contemporânea

Fabricio Antonio Deffacci

Resumo


o objetivo deste trabalho é analisar uma parte significativa da Teoria Social contemporânea, caracterizada a partir da concepção de pós-modernidade. Na passagem do século XIX para o século XX, as determinações estruturais e estáticas gradativamente perderam espaço. Em contrapartida, as abordagens sociológicas convergiram para a apreensão da diversidade de formas de sociabilidade dissolvidas no contexto histórico-social. Isto viabilizou a afirmação do cotidiano enquanto epicentro das investigações do universo social. Por conseguinte, a defesa de uma sociedade pós-moderna, empreendida na segunda metade do século XX, encontrou seu principal ponto de sustentação na noção de cotidiano. E, neste caso, tornou-se possível, em termos teóricos, a exposição da dinâmica existencial cada vez mais acelerada, da pulverização dos referenciais sólidos inerentes à tradição e, principalmente, o reconhecimento das diferenças sociais.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2013 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.