Os mecanismos de consenso e coerção em torno do projeto de desenvolvimento hegemônico no Amapá

Eduardo Margarit Alfena do Carmo, Celene Cunha Monteiro Antunes Barreira, Cleuton Pinto Miranda

Resumo


O objetivo deste artigo é evidenciar as estratégias de introdução do projeto de desenvolvimento hegemônico no Amapá. A pesquisa foi baseada na compreensão dos mecanismos de consenso e coerção do Estado em torno do projeto de desenvolvimento hegemônico. Como resultado, foi possível constatar que há uma estratégia de publicidade que envolve slogans, propagandas governamentais, além dos discursos de parlamentares, governantes e empresários na mídia, que (re)produzem o discurso hegemônico. Dominam também neste cenário as estratégias de coerção e violência contra povos tradicionais, movimentos sociais e entidades representativas dos interesses destes povos, em um claro cenário de violação dos mecanismos democráticos.


Palavras-chave


Amazônia; Capitalismo; Infraestrutura; Povos Tradicionais.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.