Relações Brasil-Suriname: fronteira, garimpo e imigração no século XXI

Camilo Pereira Carneiro, Scharmory da Silva Soares, Hana Karoline Ramos Guedes Lichtenthaler

Resumo


As relações do Brasil com o Suriname são recentes. O país, antiga colônia neerlandesa obteve a independência  no ano de 1975. Apesar do extremo desconhecimento e da ausência de informações na mídia brasileira acerca do Suriname o país conta com uma população de cidadãos brasileiros estimada em 40.000 pessoas. A capital Paramaribo possui um bairro habitado pela comunidade brasileira (Tourtonne) chamado Belenzinho. Os fluxos entre os dois países contam com um voo semanal entre Belém e a capital surinamense. Recentemente novos projetos para a região de fronteira foram anunciados pelo governo brasileiro. Face ao exposto o presente trabalho objetiva analisar o nível de participação da comunidade brasileira na sociedade surinamense e aferir as influências da presença brasileira na economia, na política e na cultura daquele país. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, sob a ótica das Relações Internacionais, pautada em análise bibliográfica e enriquecida com cartografia elaborada por autores.


Palavras-chave


Suriname; Garimpo; Fronteira; Imigração.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.