O lixo vai falar, e numa boa: não existência e mulheres negras

Igor Thiago Silva de Sousa

Resumo


Este ensaio busca contribuir com as recentes discussões acerca do racismo, cruzando-as aos debates relativos ao machismo, colonialismo, modernidade, antagonismo estrutural e terror racial e as possibilidades de construção de um outro mundo possível a partir da experiência de mulheres negras em suas vivências, estratégias e produção de conhecimento. Esse debate se mostra crucial na esfera acadêmica, e sobretudo, entre militantes do movimento negro e feminista, por deslocar o sujeito de conhecimento habitual e nos conduzir a outras potências e possibilidades tanto práticas, quanto teóricas e analíticas, as das mulheres negras, ou se preferirmos, das negras mulheres, em suas múltiplas experiências, lutas e desafios.


Palavras-chave


racismo, machismo, mulheres negras, feminismo negro

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.