Janarismo em foco: a representação fotográfica da cidade de Macapá durante a formação do Território do Amapá (1944-1956)

Luciana Macêdo

Resumo


A intenção deste trabalho é abordar, através da fotografia, a transformação da cidade de Macapá durante a formação do Território Federal do Amapá, no período de 1944-1956. A criação do território deu-se no ano de 1943 e a transferência da capital do município do Amapá para Macapá em 1944, quando Janary Gentil Nunes assumiu o governo do Território até 1956. Distante geograficamente dos grandes centros metropolitanos e políticos do Brasil, durante esse período o Território teve grande afirmação econômica, o que permitiu o crescimento de sua capital. O objetivo deste artigo é analisar as transformações citadinas nos registros remanescentes feitos pelas lentes fotográficas à época. Detectou-se o forte caráter militar da nova capital, governada por um capitão do exército por quase doze anos, e a intenção de remodelar a cidade como uma moderna capital, com a existência de construções nos mais variados estilos arquitetônicos.  O artigo recupera os principais fatos históricos da formação geopolítica da região até o período janarista, e concentra-se na análise das imagens referentes a três grandes construções realizadas na época em questão, obras que modificaram significativamente o perfil da cidade: o Macapá Hotel (1944), o Grupo Escolar Barão do Rio Branco (1946) e o Colégio Amapaense (1952).


Palavras-chave


história, modernidade, Janary Gentil Nunes

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.