Trabalhadores brasileiros na Guiana Francesa: entre a invisibilidade e o desemprego

Christianni Lacy Soares, Betiana de Souza Oliveira, Manoel de Jesus de Souza Pinto

Resumo


O artigo é resultado de um estudo sobre a migração de brasileiros para a Guiana Francesa, na fronteira franco-brasileira cujo imaginário do "Eldorado" impulsiona um fluxo migratório contínuo. Analisa-se as relações de trabalho vividas por migrantes clandestinos, suas estratégias de inserção e permanência no mercado de trabalho, as relações sociais cotidianas, e as tensões de viver excluído e inserido num espaço plural que é a fronteira. Utilizam-se procedimentos metodológicos qualitativos via observação de campo e entrevistas, e quantitativos na coleta de dados primários e formulação do perfil do trabalhador pesquisado. Os depoimentos destes clandestinos revelam pessoas que vivem um paradoxo, entre a invisibilidade em território estrangeiro e o desemprego a que são submetidos no Estado brasileiro. A vida de brasileiros na Guiana Francesa é de clandestinos imergidos em clandestinidade

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 1969 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.