Notas sobre biopolítica: organicismo e politicismo antecedentes a Michel Foucault

Felipe Sampaio de Freitas, Roberto de Almeida Pereira de Barros

Resumo


O termo biopolítica se tornou conhecido principalmente após Michel Foucault. Desde sua morte, são quase quarenta anos de ressignificações deste termo. A idéia central deste artigo é mostrar ao leitor alguns dos percursos dos quais o termo biopolítica tomou antes da recepção feita pelo filósofo francês, como as questões “organicista” e “politicista”, proposta por Thomas Lemke em seu livro Biopolitics: an advanced introduction (2011). A primeira parte do artigo tratará principalmente do caso de Rudolf Kjellén, cientista político sueco, considerado o primeiro a fazer uso do termo. A segunda parte mostrará como o termo tomou uma nova forma a partir das décadas de 1960 e 1970, quando fora interpretado sob moldes ecológicos e tecnocêntricos. Por fim, irá se elucidar como o termo se desenvolveu em algumas obras de Foucault, bem como de sua diferença para com as idéias anteriores.

Palavras-chave


Biopolítica; Poder; Organicismo; Politicismo.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/pracs.2019v12n1.p109-122

Direitos autorais 2019 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.