A INCLUSÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR NA AGENDA GOVERNAMENTAL DO MUNICÍPIO DE ILHÉUS-BA

Carlos Henrique Nascimento Oliveira, Pedro Araujo Pietrafesa, Antonio Pasqualetto

Resumo


Nos últimos anos, o município de Ilhéus-BA implementou políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da agricultura familiar. Dado o contexto histórico e cultural do município, bem como as características dessas políticas, a implementação simultânea do PAA, do PNAE e da ATER significou mudanças na forma como são tomadas as decisões políticas. Ao envolver de forma efetiva nessa ação o poder público local, agentes sociais e pequenos produtores rurais, essas políticas públicas conseguiram o duplo efeito de incluir a agricultura familiar na agenda governamental e transformar a relação político-administrativa em torno desse segmento. Neste artigo buscou-se investigar a operacionalização desses programas entre os anos de 2013 e 2017. Estudos preliminares mostram que a execução simultânea desses programas é algo recente, e que a sua continuidade e o seu aperfeiçoamento podem trazer resultados positivos aos agricultores familiares e à comunidade local.


Palavras-chave


Agricultura familiar. Gestão pública. Políticas públicas. Sociedade

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/pracs.2017v10n2.p39-49

Direitos autorais 2017 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.