PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO E SEUS EFEITOS NO CLIMA ORGANIZACIONAL

Leiliane Penafort da Silva, Ananias Costa Oliveira, Luis de Jesus Pereira, Cláudio Marcio Campos de Mendonça

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar a participação no planejamento estratégico como fator de satisfação e influência no clima organizacional. O universo amostral é a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas - PROGEP, da Universidade Federal do Amapá – UNIFAP. Quanto à abordagem do problema, esta pesquisa se caracteriza como qualitativa e quantitativa, e do ponto de vista dos seus objetivos é classificada de tipo exploratória e descritiva. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário com 22 servidores e entrevistas com 3 gestores, correspondendo a uma parcela de 69% de seu público-alvo. O resultado geral da pesquisa indicou um nível de 86% de satisfação dos servidores, evidenciando que envolver as pessoas nas decisões e na construção de instrumentos estratégicos da instituição contribuiu para fomentar a gestão participativa e melhorar o clima organizacional entre os envolvidos.


Palavras-chave


Gestão Participativa; Planejamento Estratégico; Clima Organizacional

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/pracs.2017v10n2.p79-95

Direitos autorais 2017 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.