Representações sociais na história recente dos povos indígenas do Oiapoque/AP

Simone Pereira Garcia, Cecília Maria Chaves Brito Bastos

Resumo


A pesquisa aborda os problemas atuais enfrentados pelos indígenas do município do Oiapoque, Estado do Amapá, e a política indigenista desenvolvida pelo Estado junto a esses povos. O objetivo é discutir a política indigenista e os problemas que os indígenas vêm enfrentando atualmente a partir das representações construídas por meio de suas associações e demais atores envolvidos na comunidade. O intuito é verificar se os direitos indígenas vêm sendo respeitados e como se dá na prática a transformação da letra da lei em realidade. A pesquisa se insere na História do Tempo Presente, pois permite uma reflexão sobre as modalidades e mecanismos de incorporação do social pelos indivíduos que conjugam de uma mesma configuração social. O conceito de representação social é um elemento importante para os estudos no campo da história do presente, pois enfoca a capacidade do homem em representar o mundo em que vive. Para obter as representações sociais, tornou-se necessária a utilização da História Oral - que se baseia em fontes orais coletadas em uma situação de entrevista, considerando-se vários atores sociais pesquisados. Como resultados do estudo apresentam-se as representações que as lideranças indígenas e os demais atores nãoindígenas vêm construindo sobre os problemas atuais enfrentados na primeira década do século XXI, em diversos campos: saúde, educação, organização representativa, invasão das terras indígenas, apropriação dos conhecimentos tradicionais e da biodiversidade, desenvolvimento de projetos econômicos e de desenvolvimento, tutela entre outros.


Texto completo:

PDF português


Direitos autorais 1969 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.