PROJETO VILA RIBEIRINHA: CONJUNTO HABITACIONAL PARA ÁREA DE RESSACA EM MACAPÁ (AP)

Ivan Manoel Rezende do Valle, Natália Yolanda Moraes Alves, Jodival Mauricio da Costa

Resumo


o estudo explora os estigmas criados acerca da ocupação habitacional nas áreas de ressaca na cidade de Macapá (AP), utilizando como uma das ferramentas metodológicas a desconstrução do processo de ocupação, elencando assim: os fatores que colaboram com esse processo, o papel da legislação e a ótica dos habitantes locais. Por meio destas variáveis o objetivo do trabalho será propor a possibilidade e viabilidade da vivência em áreas de ressaca sem promover ou incentivar a degradação desses ambientes, entendendo a própria cultura amazônica de habitar sobre as águas como elemento de conservação da natureza. Para as conclusões obtidas acerca do tema foram utilizados referenciais teóricos e projetuais, e por fim os resultados obtidos através da aplicação de questionários in loco, possibilitando assim o entendimento da percepção dos moradores, a identificação da clientela e suas necessidades, o que será aplicado na produção de um projeto que se adeque à área e contribua com a vivência cotidiana populacional, gerando assim uma possível solução para um problema que perdura há anos sem resposta

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/pracs.2016v9n1.p137-156

Direitos autorais 2016 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.