ANÁLISE ACERCA DA ESSÊNCIA BUROCRÁTICA WEBERIANA E OS PRESSUPOSTOS MECANICISTAS: A RELAÇÃO ENTRE O PERFIL DOS LÍDERES E A INCIDÊNCIA DE DISFUNÇÕES BUROCRÁTICAS EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA

Airton Carlos Patzlaff, Gilson Ditzel Santos, Priscila Maria Gregolin Patzlaff

Resumo


O presente estudo visa identificar se o perfil gerencial das lideranças e dos processos burocráticos desenvolvidos em uma universidade pública condizem com os pressupostos mecanicistas indicados por Burns e Stalker. Para tanto, efetua-se um trabalho prospectivo junto a 50 servidores técnico-administrativos situados na UTFPR – Campus Pato Branco, por meio da aplicação de questionários divididos em variáveis classificatórias e de percepção. As respostas atribuídas a estas questões foram apreciadas sob um prisma científico-estatístico, buscando alicerce na técnica de análise de Clusters. Por derradeiro, a pesquisa em pauta revelou que elementos ligados a uma liderança autocrática e inflexível reforçam a percepção mecanicista e imutável da burocracia.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2016 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.