Reprodução e mudança: considerações sobre o movimento histórico social

Eliane Superti

Resumo


O presente artigo abordou a discussão teórica presente no referencial das ciências sociais sobre os processos de reprodução e mudança social. Buscou-se compreender a inflexão pela qual passou as pesquisas sociais adotando interpretações unilaterais sobre esses dois processos e a superação dessa dicotomia. A reflexão sobre a superação da antítese entre reprodução e mudança partiu da compreensão da prática humana como construtora da realidade social que integra concomitantemente a manutenção e a modificação das estruturas sociais. Ambos os processo são entendidos como partes constituintes da história social e realizam a necessária ligação entre o passado e o presente.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 1969 PRACS: Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.