DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO PARQUE ECOLÓGICO DA LAGOA DA MARAPONGA, FORTALEZA/CE

Tharcia Priscilla de Paiva Batista-Matos, Edson Oliveira Paula, Leidiane Priscilla de Paiva Batista, Antônia Elisangela Ximenes Aguiar

Resumo


A intensificação das atividades humanas, a crescente urbanização e a escassez de recursos para ações de proteção ambiental tem sido a tônica das últimas décadas. Esses fatores têm comprometido a qualidade dos recursos hídricos. Em Fortaleza, grande parte dos ambientes lacustres sofrem com: a remoção da frágil mata ciliar remanescente; o despejo de resíduos e esgotos in natura; o aterramento de lagoas mediante demandas de expansão imobiliária ou de ocupações irregulares; etc. Visando refletir sobre a gestão ambiental dessa área, discute-se condições atuais e impactos ambientais visualizados na Área de Preservação Permanente da Lagoa da Maraponga, Fortaleza, Ceará.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 Planeta Amazônia: Revista Internacional de Direito Ambiental e Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.