Reflexos da educação ambiental no modo de vida e territorialidade da comunidade tradicional ribeirinha do Lontra da Pedreira/AP

Rosana Torrinha Silva de Farias, Igor Aléssio Torrinha Campelo

Resumo


Este artigo aborda os reflexos da política de Educação Ambiental, desenvolvida pelo poder público, no modo de vida e territorialidade da Comunidade Ribeirinha do Lontra da Pedreira, situada na zona rural da cidade de Macapá/Ap. Procurou-se analisar as mudanças culturais, principalmente, usos, costumes e atividades econômicas a partir do desenvolvimento de projetos de Educação Ambiental na comunidade. O modo de vida deste grupo social está relacionado ao território que habitam e a forma como se organizam criando forte vínculo de territorialidade. O estudo foi desenvolvido por meio de pesquisa de campo, a fonte direta das informações foram os membros da comunidade, se utilizou como instrumentos de coletas de dados as entrevistas abertas e fechadas. O estudo revelou que a Educação Ambiental foi um instrumento fundamental para a equação dos problemas emergentes em relação às mudanças no modo de vida e na territorialidade da Comunidade do Lontra da Pedreira. A 're-tomada' de consciência sobre sua cultura e o seu ambiente de moradia foram imprescindíveis para que procurassem diretrizes no sentido de mudar a realidade em que se encontravam

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 1970 Planeta Amazônia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.