Análise da destinação da fauna silvestre apreendida no Estado do Amapá, Brasil

Miguel Benedito Ferreira Dias Júnior, Helenilza Ferreira Albuquerque Cunha, Teresa Cristina Albuquerque de Castro Dias

Resumo


Este trabalho analisou a destinação da fauna silvestre apreendida no Estado do Amapá. Foram identificados e quantificados os indivíduos recepcionados, determinando suas origens e destinos, índices de natalidade, mortalidade e plantel remanescente em cativeiro. Foram coletadas informações nos Termos de Doação e Soltura emitidos pelos órgãos fiscalizadores e nos registros internos das instituições recepcionadoras. Foram recepcionados 1.814 indivíduos, dos quais, 41,62% pertencem à classe Ave, 20,45% Mammalia e 37,93% Reptilia. Ocorreram 129 nascimentos, 192 óbitos, 935 solturas, 53 transferências e 634 hospedagens de espécimes da fauna nativa. O plantel remanescente em cativeiro somou 752 animais silvestres. 

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2014 Planeta Amazônia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.