Os Efeitos de Sentido do Processo de Confinamento do Guyra/Língua/Alma

Alexandra Aparecida de Araújo Figueiredo

Resumo


A proposta deste trabalho é analisar alguns discursos de indígenas guarani/kaiowá e buscar compreender os efeitos de sentido causados pelo processo de confinamento imposto a estes sujeitos. A Análise do Discurso de base materialista, a partir dos autores Pêcheux (1990), Orlandi (1990) e Mariani (2004), é o aporte teórico utilizado para a compressão da materialidade que é constituída por entrevistas com indígenas do município de Dourados-MS. Os conceitos mobilizados para a apreciação foram: Formação Discursiva, Formação Imaginária, Intradiscurso e silenciamento. A partir da interpretação da materialidade analisada, é possível perceber que mesmo diante do processo de invisibilidade do sujeito indígena, a relevância dos saberes tradicionais e, por conseguinte, a língua materna, são sentidos com efeito valorativo que irrompem nos discursos indígenas. Do mesmo modo, o processo de apagamento e silenciamento desse sujeito mostram seus efeitos em discursos de negação dos mesmos valores.

Palavras-chave


Análise do discurso; Língua indígena; Efeitos de sentidos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/rbli.2020v3n2.p110-122

Direitos autorais 2021 Revista Brasileira de Línguas Indígenas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.