Usos Sociais e Democráticos para Vocabulários Escolares Indígenas

Clara Carolina Santos

Resumo


O Projeto Tupinambá realiza atividades de assessoramento linguístico para professores indígenas, com atividades formativas para professores da escola Sapucaeira e nucleadas na cidade de Olivença, distrito de Ilhéus, Bahia. Uma das etapas do projeto foi a produção de um vocabulário de uso escolar da língua Tupinambá. Este vocabulário trouxe como inovação a transcrição fonética dos vocábulos. Neste texto, refletimos a respeito das escolhas macroestruturais do vocabulário, com ênfase para a definição dos lemas das palavras. Esta escolha é fundamental para orientar a ordem do vocabulário e o estudo da língua em contexto escolar. Apresentamos as escolhas iniciais e as mudanças após os encontros regulares com a comunidade de professores indígenas, nas escolas. Baseamos nossas escolhas em princípios definidos em assembleias democráticas nas quais os próprios professores indicaram caminhos para o melhor uso do vocabulário entre os alunos dos cursos de formação básica.


Palavras-chave


Vocabulário. Tupinambá. Linguística. Lexicografia.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2020 Revista Brasileira de Línguas Indígenas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.