Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Brasileira de Línguas Indígenas, ISSN 2595-685X, é uma revista sediada na Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), que tem por objetivo a publicação de pesquisas em línguas indígenas brasileiras e sul-americanas em suas diferentes perspectivas: estudos descritivos, teóricos, históricos, documentais, bem como as discussões relacionadas ao ensino de línguas, políticas linguísticas e identitárias.

 

Políticas de Seção

Artigos

Insira aqui a política desta seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensino de Línguas em Contexto Indígena

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Todos os artigos submetidos à revista serão encaminhados ao Comitê Editorial e, consequentemente, aos pareceristas. Daqueles espera-se uma avaliação inicial que indique a natureza publicável ou não. Dos pareceristas esperam-se considerações pormenorizadas dos mesmos artigos. A politica de avaliação da revista prevê, deste modo, que cada artigo submetido seja avaliado inicialmente por um membro do Comitê Editorial e, na sequência, por dois pareceristas da revista. Em ambos os casos, os avaliadores serão selecionados pelos editores da revista conforme sua experiência no tema do artigo. Imagina-se que este processo não ultrapasse o limite de 8 semanas entre o recebimento dos artigos no site da revista e o parecer aos autores.

 

Periodicidade

A Revista Brasileira de Línguas Indígenas é publicada semestralmente em versão on-line.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Sem taxas de submissão de artigos - Não são cobradas taxas dos autores referentes à submissão de artigos (No submision charges).

Sem taxas de processamento de artigos - Não são cobradas taxas dos autores referentes ao processamento de artigo (No article processing charges).

A revista adota a política do copyleft, isto é, após a publicação é livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Revista Brasileira de Línguas Indígenas

Revista Organizada pelo Núcleo de Estudos de Línguas Indígenas (NELI-UNIFAP/CNPq)

Universidade Federal do Amapá

Macapá-AP, Amazônia, Brasil