A imagem sagrada do horror: uma análise estética de Peste en Roma, de Delaunay

João Paulo da Silva Nascimento

Resumo


Este ensaio tem por objetivo apresentar uma breve análise da tela Peste en Roma, do pintor francês Jules-Élie Delaunay. Tem como foco, então, aspectos históricos que possam ter corroborado a proposição da estética apresentada pelo pintor especificamente na obra sobre a qual se tece a crítica. Atentamo-nos, ademais, à reflexão por detrás da representação das figuras sagradas, que aparentemente mostram-se subversivas em vista do cenário precário de crise, fazendo com que sejam percebidas tendências barrocas, apesar de o pintor ser frequentemente enquadrado como símbolo do academicismo europeu. Trata-se, assim, de uma contribuição ensaística para a difusão de depreensões críticas acerca da pintura, enxergando-as como imprescindíveis ao estabelecimento de diálogos futuros entre telas e outras linguagens artísticas.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.