Variação no Português Tikuna: um estudo com base na concordância verbal de primeira pessoa e de /s/ em posição de onset

Ligiane Pessoa dos Santos Bonifácio

Resumo


neste artigo, apresentamos um estudo da variação no Português Tikuna, com base na análise das variáveis sociais e linguísticas no uso de um fenômeno morfossintático e um fonético.  O objetivo da pesquisa é analisar quais fatores sociais e linguísticos estariam condicionando a variação quanto ao uso da concordância na primeira pessoa do singular (P1) e ao uso de /s/ em posição de onset. O arcabouço teórico fundamenta-se no campo da Sociolinguística e do Contato Linguístico, a partir de trabalhos como os de Weinreich (1953), Chambers (2003) Wolfram (1969), Romaine (1978), Trudgill (1972), Tarallo (2007) entre outros. Os dados referentes aos falantes foram coletados por meio de gravações em áudio e vídeo com vinte e três professores Tikuna. A análise dos dados é feita em termos de frequência e utiliza o método quali-quantitativo, uma vez que, a partir do corpus da pesquisa, há a sistematização e análise estatística das informações, seguindo-se a análise descritiva. O registro e a análise desses fenômenos variáveis têm a intenção de contribuir para a descrição do português falado na região norte do Brasil

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2020v10n1.p07-21

Direitos autorais 2021 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.