Da submissão feminina às formas de liberdade por meio do texto poético: uma proposta de letramento literário

Carla Alves da Silva

Resumo


O trabalho com o texto literário em sala de aula incita inúmeras reflexões e permite pontuar quão necessária é essa prática no contexto escolar, principalmente para os professores e facilitadores, bem como para os educandos – principal público alvo do ato de ler. Sob essa ótica, o estudo aqui apresentado tem como objetivo sugerir uma proposta de ensino de leitura significativa a partir de obras com características do gênero fantástico, entre elas, o cordel “O Morcego Humano”, para a formação crítica do leitor, a partir de círculos de leitura discutidos por Cosson (2017). Para embasar a discussão, foram consideradas as concepções de leitura e de literatura abordadas por diferentes autores. Além disso, noções conceituais relacionadas ao fantástico, contrapondo-se às definições do maravilhoso direcionaram as considerações em torno da pesquisa, que se deu junto a uma turma de 8º ano, de uma escola da rede municipal do município de Maracanaú, no Estado do Ceará. Os dados para análise e discussão foram coletados a partir da oficina realizada com os discentes e contribuíram para mostrar o desenvolvimento da leitura do texto literário trabalhado com os alunos envolvidos no que tange à formação de leitores críticos direcionada às práticas sociais. Entende-se que essa ação motivou os educandos a discussões críticas com base em temas relacionados, por exemplo, ao combate à violência de gênero, conduzindo-os à leitura de textos associada à realidade vivida.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2021 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.