O uno e o múltiplo em Empédocles: noção, modelo, relação e tempo

Rafael César Pitt

Resumo


Analisa-se neste artigo o que Empédocles entende sobre as noções de uno e múltiplo, assim como o modelo de unidade e multiplicidade, a forma pela qual tais conceitos se relacionam em sua obra e o tempo inserido nessa relação. Parte-se da tese de que Empédocles e os pré-socráticos em geral compartilharam da certeza raramente questionada de que o mundo, tal como o conhecemos, não foi sempre assim e derivou, por assim dizer, de uma forma mais simples, quase sempre unitária. Este “marco zero” da criação foi então submetido a transformações e modificações tais que dele se originou por desdobramento, multiplicação ou diferenciação a realidade diversa e complexa existente.


Texto completo:

PDF PORTUGUÊS


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2022v12n2.p%25p

Direitos autorais 2022 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.