Plega a nuestro redentor: a oração no Auto da Barca da Glória

Adriano Portela dos Santos, Márcio Ricardo Coelho Muniz

Resumo


O artigo analisa o Auto da Barca da Glória (1519), do dramaturgo Gil Vicente, a partir do tema da oração, fazendo contraponto em alguns momentos com o Auto da Barca do Inferno (1517), que também aborda de modo considerável o tema em questão. Buscamos observar no auto quem ora, como ora e qual o conteúdo dessa oração, para extrairmos daí o princípio teológico que orienta/organiza o auto. Com o intuito de alcançarmos nosso objetivo, recorremos a algumas fontes do auto, nomeadamente o Ofício dos Defuntos e o livro bíblico de Jó. O recurso a tais fontes permitiu-nos compreender que a concepção de oração de Auto Barca da Glória se distingue da que está presente no Auto da Barca do Inferno, no que concerne à teologia, porque o primeiro se estrutura sobre a Teologia da Graça, enquanto o segundo está estruturado sobre a doutrina da retribuição.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2019 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.