Apagamento de /r/ em coda silábica na variedade do interior paulista

Isabela Ribeiro Taborda, Márcia Cristina do Carmo

Resumo


Este trabalho analisa o apagamento variável de /R/ em contexto de coda silábica em posição medial e final de vocábulo na variedade do interior paulista. Como arcabouço teórico, utilizamo-nos da Teoria da Variação e Mudança Linguística, também denominada Sociolinguística Quantitativa (LABOV, 2008 [1972]). Durante a pesquisa, foram analisados oito inquéritos de fala espontânea retirados do banco de dados IBORUNA (IBILCE/UNESP – FAPESP 03/08058-6). A partir da análise estatística realizada pelo programa Goldvarb X, foram obtidos 2400 dados, dos quais 52,2% sofreram o processo. Constatamos que o fenômeno de apagamento ocorre motivado por variáveis linguísticas, como classe morfológica da palavra e posição da sílaba, em detrimento de variáveis sociais, como faixa etária e escolaridade. Nota-se que, quando se trata de verbos em posição final de vocábulo, como em falar e estudar, o /R/ em coda costuma ser cancelado, como em faláØ e estudáØ. Finalmente, devido à irrelevância da faixa etária para a aplicação do processo, podemos afirmar que o apagamento de /R/ trata-se de um processo em variação estável na variedade analisada.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.