NARRAÇÃO DO ACONTECIMENTO E IDEOLOGIA: O EXEMPLO DO 11 DE SETEMBRO NA IMPRENSA FRANCESA

Maria Cristina Santiago da Silveira

Resumo


A narração jornalística, ou seja, a construção do acontecimento no discurso jornalístico, é o ponto de partida das investigações deste artigo. Interessa-nos,aqui, o discurso associado às representações sociais, sobretudo ao que equivale a modelos identitários revelados na narração do acontecimento. Após os atentados terroristas do 11 de setembro nos Estados Unidos, inúmeros artigos de imprensa escrita francesa, deram a oportunidade de se observarem aspectos das representações sócio-discursivas e modelos identificatórios interferindo na narração do fato. O discurso da mídia impressa francesa é importante, pois a França estaria num ponto de desconstrução da chamada grande fratura mítica, ou seja, do choque entre civilizações ocidentais e orientais.

Palavras-chave: discurso; representações sociais; imprensa escrita.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2013 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.