As representações de exu em A morte e a morte de Quincas Berro Dágua, de Jorge Amado

Fernando Reis de Sena, Jares Gomes Lima

Resumo


Neste artigo, discute-se a presença de Exu na construção da novela A morte e a morte de Quincas Berro Dágua, de Jorge Amado. São apresentadas teorias que versam sobre as tradições afro-brasileiras, no sentido de sustentar as discussões entre literatura e religiosidade, visto que o texto amadiano faz referências aos mitos iorubás e ao candomblé. Assim, o artigo traz, por um lado, o debate acerca do fazer literário, e por outro, as tradições religiosas.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2018v8n3.p49-57

Direitos autorais 2019 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.