A SIMBÓLICA DO MAL NO SALMO 91

Boaz Andrade Barros, Marcos Paulo Torres Pereira

Resumo


Propomos analisar o conceito de mal abordado pelo filósofo Paul Ricoeur em A Simbólica do Mal, tomando como corpus de pesquisa o Salmo 91. Em primeiro momento, evidenciaremos a natureza e historicidade de todo o Saltério registrado na literatura hebraica do Antigo Testamento bíblico. Em seguida, analisaremos a simbologia do mal enquanto mancha, pecado e culpabilidade na perspectiva sustentada pelo filósofo, a partir dos princípios hermenêuticos e fenomenológicos por ele defendidos. Por fim, consideraremos as expressões simbólicas do mal encontradas no Salmo 91, buscando promover uma reflexão a respeito da existência do mal e de como combatê-lo; para isso, utilizaremos o método crítico-hermenêutico, com a finalidade de explicar a linguagem simbólica do corpus

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2017v7n3.p283-317

Direitos autorais 2018 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.