Manifestações de 13 de março de 2016: a discursivização do acontecimento em três matérias jornalísticas

Diérica Nunes da Silva, Lucas Martins Gama Khalil

Resumo


Este artigo objetiva refletir sobre a produção de sentidos em três matérias jornalísticas veiculadas por diferentes sites – G1, R7 e Esquerda Diário – acerca de um mesmo acontecimento: as manifestações que ocorreram no Brasil no dia 13 de março de 2016. Como base teórica e metodológica, o trabalho se fundamenta na Análise de Discurso de linha francesa. Verifica-se como as materialidades discursivas analisadas, devido às singularidades de cada formação discursiva, desencadeiam diferentes efeitos de sentidos. Tal perspectiva nega, por consequência, a suposta neutralidade/imparcialidade recorrentemente reivindicada por veículos jornalísticos, considerando que o discurso midiático, assim como qualquer outra prática discursiva, “constrói” a realidade, captando, transformando e divulgando acontecimentos.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2018v8n2.p47-73

Direitos autorais 2019 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.