Processos de retextualização: aparato teórico-metodológico

Valfrido da Silva Nunes

Resumo


Este artigo resulta de um apanhado teórico, em cujo cerne assenta-se a questão da retextualização. O objetivo principal é discutir a problemática referida, à luz da Linguística Textual, especialmente por meio da contribuição seminal de Luiz Antonio Marcuschi, e de produções acadêmica filiadas a esse mesmo campo do saber. Nesse sentido, discutem-se as concepções de língua e de texto adotadas no trabalho e elucida-se o conceito de retextualização e os desdobramentos que a questão suscita, tais como: a) as várias possibilidades de retextualização; b) a retextualização nas diversas instâncias da vida social; c) um breve panorama dos estudos sobre retextualização no Brasil; d) a retextualização da fala para a escrita e o modelo de análise proposto por Marcuschi (2010); e) a relação entre retextualização e fenômenos assemelhados (reescrita, refacção e revisão).

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.