JORNALISMO E LITERATURA: A CONSTRUÇÃO DE PERFIS DE CELEBRIDADES NA REVISTA ROLLING STONE

Camila Freitas, Kátia Regina Souza

Resumo


Neste trabalho, analisamos dois perfis jornalísticos presentes na edição brasileira da revista Rolling Stone, publicados nos meses de julho e setembro de 2015. Nosso objetivo é entender como os quatro recursos literários – construção cena a cena, detalhe, ponto de vista e diálogo –, defendidos por Wolfe (2005) como essenciais ao Novo Jornalismo, auxiliam os repórteres da Rolling Stone a construir os perfis de celebridades. A abordagem metodológica usada foi a Análise de Narrativa (MOTTA, 2013). Ao longo deste texto, discutimos brevemente sobre jornalismo literário, perfil jornalístico, celebridade e Novo Jornalismo. Para tanto, nos amparamos nas ideias de Ferrari e Sodré (1986), Kotscho (2000), Marcondes Filho (2000), Resende (2002), Villas Boas (2003), Antonio Olinto (2008) e Benetti (2013).


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2018v8n1.p219-240

Direitos autorais 2018 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.