CORSÁRIO E POLEMISTA: PASOLINI NOS JORNAIS ITALIANOS DOS ANOS 1970

Cláudia Tavares Alves

Resumo


Até os dias de hoje, o escritor italiano Pier Paolo Pasolini é conhecido como um dos mais importantes intelectuais que refletiram sobre a sociedade italiana dos anos 1970. Apesar de vários outros intelectuais também terem se empenhado em compreender as mudanças econômicas, políticas e culturais que estavam ocorrendo na Itália, seus escritos jornalísticos dessa época se tornaram responsáveis pela popularização de sua figura pública, a qual esteve sempre atrelada a constatações polêmicas e denúncias controversas. Com base nessa noção de pensador polemista atribuída a Pasolini, o presente artigo tem como objetivo analisar sua atuação em jornais italianos de grande circulação, partindo da suposição de que há particularidades em seu jornalismo que o colocam em um lugar de destaque, sobretudo em relação ao intenso debate que ocorria entre diversos escritores nesses jornais de amplo alcance. A hipótese de partida é que as particularidades do jornalismo de Pasolini devam ser buscadas levando em consideração não somente as palavras do próprio escritor, mas também o debate político-cultural que circulava pelas páginas dos jornais e o jogo de relações que se cria.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2018v8n1.p91-105

Direitos autorais 2018 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.