“WE’LL PLAY GOD TONIGHT”: A POTÊNCIA REDENTORA NO/DO TEATRO DE T. WILLIAMS

Esther Marinho Santana

Resumo


Em Suddenly Last Summer (1958), Sebastian Venable compreende o divino como uma força brutal, que incorpora e celebra em sua violenta morte. Em The Night of the Iguana (1961), Deus aparece novamente atrelado à crueldade, terminando, porém, anulado por T. Lawrence Shannon. Estabelece-se, em ambos os títulos, a sugestão de uma imagem divina impiedosa, que, se aceita e contemplada em isolamento, culminará em atrocidades. No entanto, se ressignificada e partilhada, transforma-se em potência humana, solidária e salvífica. A redefinição do divino ocorre, pois, por meio da linguagem verbal e da cena teatral, ou seja, tais peças de Tennessee Williams expõem e oferecem uma redenção possível apenas pela criação literária, na experiência coletiva do teatro.  

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2017v7n3.p225-246

Direitos autorais 2018 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.