CONTATO LINGUÍSTICO EM OIAPOQUE: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A LINGUA PORTUGUESA L2 DOS FALANTES FRANCESES

Celeste Maria da Rocha Ribeiro

Resumo


O presente artigo objetiva explicitar determinados aspectos relativos ao uso do português brasileiro (PB) L2 empregado pelo falante nativo de francês, adulto, bilíngue em Oiapoque, além de alguns aspectos relativos ao processo aquisitivo, ao contexto de aprendizagem e de uso, às estratégias desenvolvidas e às principais caracterizações do português segunda língua (L2) usado por esse falante de francês língua materna (L1). Cumpre ressaltar que no cenário globalizado em que as pessoas transitam, atualmente, faz-se fundamental, sobretudo para os sujeitos agentes do processo ensino-aprendizagem de línguas, destacando-se as estrangeiras, professores e alunos, ter o conhecimento da realidade linguística da comunidade em que se inserem, assim como do perfil de determinados aspectos que estruturam as gramáticas das línguas em uso naquele local, a fim de que esses agentes possam desenvolver capacidades consistentes e adequadas à situação linguística contextual. Os pressupostos teórico-metodológicos que estão sendo utilizados seguem os parâmetros da sociolinguística variacionista, à luz do contato linguístico. Os dados de pesquisa estão baseados na fala de 02 franceses falantes de português L2, totalizando cerca de 02 horas de gravação. A análise da amostra do português, língua alvo do falante francês, permite verificar que, de forma geral, essa língua não se distancia muito da variedade falada pelos oiapoquenses natos, parece apresentar poucas interferências da L1 dos franceses, sobretudo daqueles que possuem maior contato com o PB em seu dia-a-dia, além de que este falante adquire essa variedade sem grandes problemáticas, por meio de estratégias nem sempre ligadas ao contexto escolar.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2016v6n2.p69-87

Direitos autorais 2017 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.