“Selvagens mais que o bruto polifemo”: a representação dos imigrantes em Estive em Lisboa e lembrei de você, de Luiz Ruffato

Ívens Matozo Silva, Xênia Amaral Matos, Aulus Mandagará Martins

Resumo


O presente artigo possui o objetivo de analisar de que forma a situação dos imigrantes é representada na diegese Estive em Lisboa e lembrei de você(2009), de Luiz Ruffato, assim como verificar que identidades lhes são impostas pelas demais personagens. Para isso, embasamos nossa análise literária nos pressupostos teóricos desenvolvidos por Stuart Hall (2003) e Eric Landowski (2013). Através dos resultados obtidos, foi possível verificar as variadas situações de miséria e subdesenvolvimento pelas quais os imigrantes são representados no romance. Além disso, a identidade do imigrante que se dirige a sua antiga metrópole acaba adquirindo um valor e um peso metafórico fortemente negativo devido à depreciação da sua diferença. 


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2017v7n4.p399-417

Direitos autorais 2018 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.