BELA, RECATADA E DO L/BAR: O IMAGINÁRIO DA MULHER NA CONTEMPORANEIDADE

Ceres Carneiro, Elaine Pereira Daróz

Resumo


Nosso trabalho de investigação tem como aporte teórico-metodológico a Análise de Discurso de linha francesa e nosso objetivo é analisar os efeitos de sentidos do enunciado “Marcela Temer: bela, recatada e ‘do lar’”, título de uma matéria publicada na revista Veja que circulou, amplamente, em abril de 2016. Diversas postagens de internautas nas redes sociais materializaram sentidos outros, o que nos permite entender que tais discursividades nos têm muito a dizer sobre o imaginário da mulher no discurso político na/em nossa formação social. Considerando que os sentidos são regularizados por uma disputa ideológica que se realiza na e pela línguagem, apresentaremos uma análise discursiva dos dizeres em circulação na mídia, em seus diferentes espaços de enunciação (GUIMARÃES, 2000), levando em consideração as repetições e/ou deslizamentos destes sentidos nos dizeres outros dispostos nas redes sociais a partir das condições sócio-histórico-ideológicas em que estas discursividades foram produzidas em suas posições-sujeito por vezes distintas. A partir de um gesto de interpretação, buscamos melhor compreender o lugar da mídia na regularização e na desnaturalização dos sentidos sobre a mulher no discurso político, relativamente estabilizados no discurso midiático, em detrimento de outros, por vezes, silenciados.

Palavras-chave: análise de discurso; mulher; imaginário; mídia.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/letras.2017v7n1.p185-201

Direitos autorais 2017 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.