Khady e Clarisse: Mutilações Blanchotianas

Lucélia Cordeiro Matos

Resumo


O presente trabalho de conclusão de curso de Letras busca analisar algumas formas de “automutilação”, tanto física quanto psicológica, que existem na ficção e também na realidade, abordando assim, algumas questões blanchotianas como o sentimento de solidão essencial, a angústia autoral e a ficcionalização do sofrimento em geral. Terá como objeto de estudo a automutilação feminina institucionalizada pela sociedade tendo como foco o livro autobiográfico “Khady mutilada”. Priorizará, também, a música “Clarisse” composta pelo cantor e compositor Renato Russo.

 

PALAVRAS-CHAVE: Mutilação física. Mutilação psicológica. Automutilações.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2012 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.