A POESIA DIONISÍACA DE ROBERTO PIVA

Katerine de Brito

Resumo


O interesse é analisar duas obras de Roberto Piva – Paranoia (1963) e Ciclones (1997) – segundo a hipótese de que as duas obras, escritas em momentos aparentemente tão distintos de produção, revelam, de diferentes maneiras, a recorrência da figura mítica de Dionísio como mote organizador da poética piviana.

Palavras-chave: Roberto Piva; Dionísio; Xamanismo. 


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2015 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.