VARIAÇÃO LINGUÍSTICA: PRÁTICAS DOCENTES EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE CALÇOENE – AP

Celeste Ribeiro, Ana Selma Maciel

Resumo


O presente trabalho aborda sobre as crenças e atitudes do professor de Língua Portuguesa frente às Variações Linguísticas em uma escola pública do município de Calçoene – AP e teve como objetivo analisar tais atitudes frente ao processo de variação linguística, considerando em específico os usos e os aspectos social, regional e cultural, ligados a esses usos; além de observar como o ensino de língua portuguesa está veiculando o referido processo. O modelo teórico adotado segue os pressupostos da sociolinguística variacionista preconizado, sobretudo, por Labov (1972), Bortonni-Ricardo (2005; 2012), Bagno (2007). Os procedimentos metodológicos são de caráter bibliográfico com pesquisa de campo quanti-qualitativa. A coleta de dados foi realizada através de questionários semiestruturados e a amostra foi composta por três docentes de Língua Portuguesa. Os resultados evidenciaram que as atitudes do professor de Língua Portuguesa frente ao processo de variação linguística seguem de maneira paradigmática.

Palavras chave: Práticas pedagógicas. Variação Linguística. Atitudes linguísticas.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2015 Letras Escreve

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.